Imprimir
27
Fev.

Paris: Promover a integração sócio laboral de migrantes e refugiados na União Europeia

on 27-02-2019.

mesaRafaelRafael Rodríguez-Ponga, Presidente da PICM, participou neste fim-de-semana num seminário internacional, sobre migrantes e refugiados, realizado em Paris e que contou com representantes de 13 países europeus.

O Seminário, “Promover o processo de integração sócio laboral dos migrantes e refugiados na União Europeia", foi organizado pela FIDESTRA, com o apoio da União Europeia e do EZA.

No decurso do seminário, os participantes partilharam a sua visão sobre a situação migratória, os diferentes países, quer dos que entram ou saem dos seus países. A emigração portuguesa, para a França, e os testemunhos de integração social e laboral, destes emigrantes, foi partilhado com os participantes, comparando-a com as situações migratórias de outros países europeus.

Os processos de integração e as dificuldades para realizar plenamente essa integração social e laboral, fizeram parte da discussão, assim como a reflexão sobre a ausência de políticas comuns face aos movimentos migratórios e a violação dos compromissos europeus assumidos em relação aos refugiados, essenciais para responder a este grande desafio comum.

Imprimir
25
Fev.

Reunião da Junta Directiva para acompanhamento das atividades

on 25-02-2019.

JuntaDirectivaPICM ParsNo último final de semana, a Junta Directiva da PICM reuniu-se em Paris para planear o desenvolvimento de atividades e projetos conjuntos para o presente ano.

Este encontro coincidiu com a participação de seus membros no seminário internacional, realizado de 21 a 23 de fevereiro na mesma cidade, sobre o processo de integração sócio laboral de migrantes e refugiados na EU, organizado pela FIDESTRA.

* Na foto (da esquerda para a direita): Josep Calvó, Rafael Rodríguez-Ponga, Maria Reina Martín, Piergiorgio Sciacqua, Vittorino Rodaro e Ignacio Argote

Imprimir
21
Fev.

DEZ ANOS DA PLATAFORMA INTERNACIONAL DE COOPERAÇÃO E MIGRAÇÃO (PICM)

on 21-02-2019.

JuntaDirectivaPICM ParsCarta do Presidente da PICM

Paris, 21 de fevereiro de 2019

Por ocasião da reunião da Junta Directiva da PICM, agradecemos à FIDESTRA pela organização do seminário que nos acolheu.

A PICM completa dez anos. Em 2009, um grupo de entidades sociais de vários países, reunidos em Madrid, decidiram dar forma legal à plataforma que já existia de modo informalmente. Assim, a PICM / IPCM nasceu como uma associação sendo registrada de acordo com a legislação espanhola. Os nossos agradecimentos ao seu primeiro presidente, o italiano Piergiorgio Sciacqua, pelo impulso dado.

Quero enfatizar, nestes dez anos:

  1. A PICM realizou 50 reuniões dos seus órgãos sociais, em seis países europeus: Espanha (Madrid, Santiago de Compostela, Sevilha, Guadalajara), Itália (Milão, Nápoles), Portugal (Lisboa, Amarante, Évora, Guimarães, Sintra) Bélgica (Bruxelas), Malta (Valletta) e, hoje, em França (Paris).

  2. As organizações da PICM realizaram uma centena de seminários. Especialistas de vários países, ONGs, sindicatos, partidos políticos, organizações religiosas e instituições académicas participaram neles. Seminários que foram possíveis graças ao apoio financeiro do EZA, da União Europeia, e do Ministério de Relações Exteriores da Espanha.

  3. A PICM posicionou-se publicamente diante das principais questões internacionais, através de comunicados que estão no site, em vários idiomas.

  4. A PICM tem sido um fórum de intercâmbio, diálogo, análise e deliberação, compartilhando os valores centrais que nos inspiram.

  5. Os membros da PICM conheceram de perto a realidade de situações complexas. Lembremos a visita à cidade de Melilla (fronteira espanhola na União Europeia e Marrocos) e as visitas a centros de refugiados e imigrantes em várias cidades europeias.

Para o futuro, propomos:

Entre em contato

Sede Social: C/ Bravo Murillo, 120. Portal Izq. 1º A. 28020. Madrid. Spain

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Redes sociais

Twitter

Facebook

Flickr